AUTO ELETRICA MARACAJU 20
Maracaju 100 ANOS

Presidente da FFMS, Francisco Cez√°rio √© um dos presos em operação do Gaeco

A operação, conduzida pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), tamb√©m emitiu mandados de prisão para outras seis pessoas.

Por Cristina Nunes em 21/05/2024 às 13:20:14

Francisco Cez√°rio de Oliveira, de 77 anos, presidente da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS), foi preso nesta terça-feira (21) durante a Operação Cartão Vermelho, que investiga um esquema de lavagem de dinheiro envolvendo R$ 6 milhões desviados da entidade.

A operação, conduzida pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), também emitiu mandados de prisão para outras seis pessoas.

Na resid√™ncia de Cez√°rio, localizada na Vila Taveirópolis, em Campo Grande, os agentes apreenderam mais de R$ 800 mil em espécie e uma arma de fogo, segundo as informações do Campo Grande News. A operação de busca e apreensão no imóvel durou cerca de quatro horas.

Cez√°rio, que é advogado, foi acompanhado por representantes da Ordem dos Advogados do Brasil durante a ação.

Conhecido por seu longo tempo à frente da FFMS, Cez√°rio est√° no sétimo mandato como presidente, uma posição que ocupa h√° quase 28 anos, com uma breve interrupção de oito anos quando foi prefeito de Rio Negro. A última eleição ocorreu em 2022, quando venceu com chapa única após uma disputa judicial.

De acordo com o Ministério Público, a investigação de 20 meses revelou a exist√™ncia de uma organização criminosa dentro da FFMS, cujo principal objetivo era desviar fundos provenientes do Estado de Mato Grosso do Sul e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Uma das estratégias utilizadas pelo grupo era a realização de saques frequentes e em pequenas quantias das contas banc√°rias da FFMS, totalizando mais de 1,2 mil saques e ultrapassando R$ 3 milhões.

Outro método de desvio envolvia di√°rias de hotéis durante jogos do Campeonato Estadual de Futebol. Segundo o Gaeco, parte dos valores pagos aos estabelecimentos era devolvida aos integrantes do esquema.

Foto: Henrique Kawaminami/Campo Grande News.

Fonte: Dourados News

Comunicar erro
Espetinho do Cowboy
Maracaju 100 ANOS 2

Coment√°rios

nino
Maracaju 100 ANOS 3